Câmara de Vereadores de Itu realiza Sessão Extraordinária em primeira semana do ano.

Câmara de Vereadores de Itu realiza Sessão Extraordinária em primeira semana do ano.

A nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Itu começou o ano com Sessão Extraordinária, convocada pelo Presidente, Dr. José Galvão, no final da sessão especial e eleição da mesa, no primeiro dia do ano. A extraordinária foi realizada no último dia 05 de janeiro, quinta-feira, e contou com projetos importantes para a cidade de Itu e para a nova administração da cidade.

Entre eles, estão:

Companhia Ituana de Saneamento – CIS

A criação da Companhia Ituana de Saneamento (CIS). A proposta faz parte do plano de governo do novo Prefeito Guilherme Gazzola. A CIS, conhecida popularmente como “novo SAAE”, foi instituída para devolver ao poder público a administração do serviço de água e esgoto do município. O objetivo da proposta é sanar o problema das crises hídricas, como a ocorrida em 2014. O projeto foi aprovado por unanimidade pelos Vereadores.

Redução do orçamento

Outro projeto que foi debatido e aprovado por unanimidade dos parlamentares é a redução do orçamento da Câmara, que foi reduzido de R$19.567.000,00 para R$11.354.000,00 devolvendo ao Executivo Municipal 8.213.000 milhões de reais. A redução foi a forma encontrada pelo novo quadro de Vereadores para contribuir para administração municipal enfrentar as dificuldades destes anos de crise econômica. O projeto de autoria da mesa diretora foi assinado por todos os Vereadores.

Coletiva de imprensa

Após a Sessão extraordinária, o Presidente e os Vereadores convidaram a imprensa local para uma entrevista coletiva. O objetivo da reunião era dar um parecer sobre as demandas e a direção que o legislativo irá tomar no ano de 2017.

O Presidente Dr. José Galvão declarou que o objetivo desta gestão é dar atendimento de excelência para a população ituana. Será feito a revisão dos contratos da Câmara visando diminuir os custos do legislativo. Além disso, os vereadores apresentaram um projeto para mudança das sessões legislativa, para que a população consiga participar dos encontros. Atualmente as sessões ocorrem às segundas-feiras, às 14 horas. No projeto o horário seria alterado para às 19 horas e trinta minutos.

Outra determinação da nova Presidência será a manutenção do Instituto Legislativo Ituano: “Nós vamos manter o Instituto do Legislativo Ituano – ILI, mas vamos fazer algumas reformulações… nós entendemos que é um espaço democrático em que podemos fazer cursos de capacitação para os funcionários e para a população”. “Para ser bem sincero, essa Legislatura não tinha interesse de manter o ILI. Os números que nós tínhamos do ILI era de um gasto anual de R$ 575 mil, mas, pelos dados que foram trazidos da contabilidade, não é esse valor; o gasto de 2016 com o ILI foi de pouco mais de R$ 100 mil” destacou o Presidente Galvão. Nessa demanda a Câmara irá se conveniar à UVESP (União de Vereadores do Estado de São Paulo) para buscar cursos de capacitação, além de parcerias com a FATEC, CEUNSP, ACADIL entre outros.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *