Câmara outorga Título de Cidadania Ituana ao Prof. José de Souza Teixeira

Câmara outorga Título de Cidadania Ituana ao Prof. José de Souza Teixeira

Para aqueles que conhecem de futebol já devem ter ouvido falar do Profº José Teixeira. Ele é uma lenda no esporte por ter trabalhado em diversos setores e ter conquistado grandes títulos. Os corintianos, por exemplo, sabem muito bem da importância do Profº José Teixeira no inesquecível título paulista de 1977. Mas não é só o Corinthians que tem a agradecer a esse profissional. O Ituano também deve muito a ele. Por este e por outros motivos, o Vereador Rodrigo Macruz apresentou a propositura do Título de Cidadão Ituano ao Senhor José de Souza Teixeira. Aprovado por unanimidade pelo plenário da Câmara, a homenagem foi entregue em Sessão Solene, realizada na noite do último dia 23 de maio, quarta-feira.

Prestigiaram a solenidade companheiros do futebol, representantes de diversos times, colegas da época do Ituano e algumas autoridades, entre elas o Presidente da Câmara Dr. José Galvão, Prefeito Guilherme Gazzola e os Vereadores: Rodrigo Macruz (autor da propositura), Maria do Carmo Piuinti e Wilson da Farmácia.

Profº José Teixeira foi o técnico do Ituano no primeiro acesso à elite paulista da história do Galo. O Ituano goleou a Francana, por 5 a 1, em 3 de dezembro de 1989 e garantiu sua ida à elite do Paulistão. Naquela época, o Ituano Futebol Clube ainda era chamado de Ferroviário Atlético Ituano (FAI).

“Para muitos, um mestre, para outros, um exemplo a ser seguido. De qualquer forma, esse ser humano e seu nome estão ligados a princípios como: honestidade, caráter, amizade, simplicidade e também vitória e sucesso. (…) Durante sua passagem pelo Ferroviário Atlético Ituano, hoje Ituano Futebol Clube, entre os anos de 1988 e 1990, foi vice-campeão da Divisão Especial em 1988, campeão da Divisão Especial em 1989, e 5º lugar no Campeonato Profissional de 1990. Neste ano de 2017, quando o clube completa 70 anos, será homenageado pelo clube, tendo uma das salas de vestiário batizada com o seu nome, como forma de reconhecimento e agradecimento pelo trabalho desenvolvido em prol do futebol”, diz o texto da justificativa do projeto de Decreto Legislativo.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *