Na Câmara

Vereador José Galvão vota contra projeto que aumenta secretarias

Parlamentar criticou pressa para aprovação da reforma administrativa, que tinha mais de 350 páginas

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) foi um dos parlamentares que votaram contra o projeto de lei nº 121/2018, que dispõe sobre a estrutura organizacional da prefeitura de Itu e ficou conhecido como “Reforma Administrativa”. Voto vencido, o vereador justificou que o projeto teve pouco tempo para ser estudado.

Para Galvão, o projeto de 357 páginas foi votado no “afogadilho” e não justificava tamanha urgência. “O Executivo merece realmente ser parabenizado por este vereador, porque mais uma vez deixa claro que a marca desse governo é a falta de comunicação com todos os setores”, disse ele, que solicitou o adiamento da proposta – o que não ocorreu.

O parlamentar destacou a importância do projeto, mas criticou a forma que foi colocado, desmerecendo o Poder Legislativo. Entre as medidas da propositura está, entre outras, a mudança de nome secretarias, a criação do cargo de secretário adjunto e de duas novas secretarias: a de Comunicação e a de Emprego.

Galvão criticou a criação de mais pastas. “Não acredito que inchando a prefeitura nós vamos ter uma melhoria”, apontou, comparando com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que diminuiu ministérios. Ele destacou que, sim, o projeto diminui cargos comissionados, porém aumenta a remuneração de alguns – não sendo justo com outras categorias.

O vereador também fez críticas ao fato de o projeto incluir reformas de carreira na Guarda Civil, promotoria e saúde. “O funcionalismo público municipal não pode, ontem, hoje e sempre, ser massa de manobra. Todas as vezes quem perde é o funcionalismo público concursado”, afirmou de maneira enérgica. O projeto acabou aprovado por 7 votos a 4.

Vereador Galvão retoma atendimentos à população no dia 16 de janeiro

Parlamentar segue sua agenda até dia 21, parando para festas de fim de ano

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) e sua equipe atenderão a população ituana até o dia 21 de dezembro em seu gabinete na Câmara Municipal. Após a data, o parlamentar dá uma pausa para as festas de fim de ano e recesso, retomando a agenda no dia 16 de janeiro de 2019.

No período de 2 a 15 de janeiro, o Pastor Jamir, um dos assessores de Galvão, estará no gabinete para agendamento de atendimentos. O vereador atende os munícipes às terças e sextas-feiras, sempre no período da manhã. Em 2018, foram quase 700 atendimentos à população.

Para marcar um atendimento e fazer sugestões ao mandato, solicitação de demandas da população entre outros, basta ligar para o telefone (11) 4403-9300 (número da Câmara) e solicitar falar no gabinete do vereador Galvão. Após, basta agendar a data para que o parlamentar o atenda.

José Galvão recebe homenagem por apoiar enfrentamento à violência contra a mulher

Vereador recebeu o “Laço Branco” da ONG “Não Posso Me Calar”

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) foi um dos homenageados pela ONG “Não Posso Me Calar”, recebendo o “Laço Branco”. A homenagem foi entregue ao parlamentar pelo apoio à causa do enfrentamento à violência contra as mulheres. A solenidade ocorreu no dia 6 de dezembro, na Câmara Municipal.

Segundo a pastora Christiane Loschiavo, a homenagem dada a Galvão foi em “em reconhecimento pelo apoio a nossa causa e nos auxiliar no Terceiro Setor a conquistar a utilidade pública”. Galvão está desenvolvendo projeto para conceder o título de utilidade pública à ONG, que luta contra o fim da violência contra as mulheres.

“Nossa missão é levantar a bandeira da paz”, afirma Christiane sobre o projeto, que também premiou outros vereadores e membros da sociedade civil ituana no evento do “Laço Branco” – que tem como objetivo sensibilizar, envolver e mobilizar os homens na causa.

No “Café com Vereador”, José Galvão reforça compromisso com a saúde pública de Itu

Parlamentar recebeu bom público na última edição do projeto em 2018

O “Café com Vereador” recebeu na tarde de segunda-feira, dia 10 de dezembro, a presença do vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM), autor do projeto desenvolvido pelo ILI (Instituto do Legislativo Ituano) que recebe parlamentares ituanos para um bate-papo e prestação de contas do mandato com a população ituano.

Com um bom e seleto público, incluindo advogados, representantes de entidades da sociedade civil ituana e membro da Polícia Militar, o encontro serviu para Galvão mostrar o que vem fazendo pela população. Apontou os projetos, requerimentos e indicações apresentados e as ações que desenvolve em parceria com entidades religiosas.

Destaque para os quase 700 atendimentos que o vereador realizou com munícipes ao longo de 2018, efetuados sempre às terças e sextas pela manhã (das 8h às 12h30). Aproveitando a proximidade do Natal e do fim do ano, Galvão também fez um agradecimento a Deus pelas conquistas.

“Eu fico muito alegre de ver a participação de um grande público. Isso demonstra que as pessoas têm nos acompanhado pelas redes sociais. Nos termos do nosso mandato, tudo a gente leva com muita seriedade, com muita transparência para com os eleitores, e isso tem nos dado esse retorno”, apontou Galvão sobre mais um encontro de sucesso.

Durante a abertura das perguntas da população, uma conselheira tutelas relatou o caso de um bebê de apenas um ano que morreu aguardando uma vaga do sistema CROSS em um hospital. Diante disso, Galvão reforçou sua principal bandeira para 2019: a saúde pública.

“Temos muitas áreas para trabalhar, como a questão da água e do emprego, mas a saúde pública é uma situação que nos preocupa, que nos aflige bastante. Eu, a Maria do Carmo e outros vereadores queremos ter uma atuação em 2019 mais efetiva nessa área”, afirmou. “Nós temos que achar soluções. Não é criticar, não é ficar xingando; é buscar soluções”.

José Galvão é contra “cheque em branco” para o orçamento municipal

Vereador foi favorável à emenda que diminuía percentual de remanejamento sem consulta ao Legislativo

Durante a segunda discussão do projeto que estipula o Orçamento Municipal de Itu para o ano de 2019, de mais de R$ 861 milhões, ocorrida na sessão de 27 de novembro de 2018, o vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) foi contra dar um “cheque em branco” para o prefeito poder remanejar a receita em até 40% sem precisar consultar a Câmara de Vereadores.

A vereadora Maria do Carmo Thomaz Piunti (PSC) propôs uma emenda para diminuir o percentual para 20%, mas apenas ela, Galvão e mais três vereadores – Luciano Ribeiro (PTB), Wilson Leonardi (SD) e Normino José de Oliveira (PHS) – votaram a favor e a alteração acabou arquivada.

“Eu acho que a emenda da vereadora Maria do Carmo é extremamente coerente”, disse Galvão na discussão da alteração. “Eu sempre tive responsabilidade com o meu mandato. E prezo pelas coisas públicas, prezo pela minha atuação parlamentar. Então jamais vou fazer aqui um mandato irresponsável”, prosseguiu.

Segundo Galvão, aprovar um remanejamento de 40% sem autorização legislativa é desvalorizar o papel do vereador. “Caso o Executivo municipal queira fazer algum tipo de remanejamento, mande um novo projeto pedindo autorização do Legislativo”, ponderou.

Rejeitada a emenda, Galvão declarou que não que “engessar a cidade” e sugeriu mudanças na Lei Orgânica para incluir o Orçamento Participativo e Emendas Impositivas, que poderão dar acesso participativo da população e maior atitude ao Legislativo. Por conta da rejeição da emenda, Galvão, Wilson e Maria do Carmo foram contra o projeto de lei orçarmentária.

José Galvão cobra esclarecimentos sobre a queda na geração de empregos em Itu

Vereador apresentou requerimento solicitando que Prefeitura apresente ações em andamento

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) apresentou na sessão do dia 27 de novembro o requerimento nº 55/2018. No documento, aprovado por unanimidade, o parlamentar solicita ao prefeito informações referentes a variação negativa no índice de geração de emprego na cidade de Itu.

De acordo com a edição 6382 do “Jornal Periscópio”, publicada no dia 24 de novembro, o município vem apresentando mais demissões que contratações nos últimos meses. Os dados publicados pelo jornal são divulgados mensalmente pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged do Ministério do Trabalho.

No requerimento, Galvão solicita que o prefeito explique quais as ações concretas que o governo municipal tem tomado para fomentar o emprego e quantas novas empresas vieram para a cidade ao longo deste ano de 2018. A preocupação do vereador se deve ao fato de Itu hoje contar com cerca de 20 mil desempregados entre a população economicamente ativa.

Por fim, o requerimento aprovado também recorda uma reunião ocorrida em 06 de fevereiro deste ano, em São Paulo, que contou com a presença de Galvão e os deputados Federal José Olímpio e Estadual Rodrigo Moraes, com representantes da Fiesp – Federação das Industrias do Estado de São Paulo e a Investe São Paulo. O vereador questionou ao Executivo se existem parcerias entre o município com as entidades.

Falta água em Itu e bica d’água da Vila Santa Terezinha desperdiça por falta de manutenção nas torneiras, diz José Galvão

Local está abandonado e precisa de manutenção urgente nas torneiras

Através da indicação nº 1079/2018, o vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) cobrou do prefeito municipal melhorias na bica d’água localizada no bairro Vila Santa Terezinha. O local está abandonado, com pintura e torneiras precisando de manutenção urgente.

Segundo o vereador, os moradores alegaram que as torneiras ficam desperdiçando água 24h por dia.

“Tal solicitação se faz necessária tendo em vista a crise hídrica que enfrentamos em 2014, não dá para aceitar desperdiço. Se não ficarmos atentos com a falta de chuva, vamos continuar tendo problemas. Além disso, a bica é um ponto de grande circulação de ituanos que utilizam a mesma para pegar água para suas residências”, afirma Galvão em justificativa de voto. Para o parlamentar, as melhorias são uma reivindicação legítima dos moradores da região.

Na indicação, Galvão pede a higienização e limpeza da bica, bem como a troca de torneiras que apresentam vazamento e a pintura do espaço – que conta com um centro de lazer bastante frequentado ao lado. Ao documento, o vereador anexou imagens comprovando as necessidades.

A indicação foi lida no expediente da sessão de 27 de novembro e encaminhada ao Executivo municipal, que agora precisa atender à demanda da população ituana.

Vereador José Galvão questiona projeto do prefeito que proíbe manifestações artísticas

Propositura foi retirada pela Prefeitura, mas deve retornar à pauta da Câmara Municipal

Através de sua página no Facebook, o vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) questionou o projeto de lei nº 26/2018, que, dentre outras coisas, proíbe apresentações artísticas e culturais em vias públicas e praças da cidade de Itu. A enquete pode ser conferida em https://www.facebook.com/josegalvao.com.br/

“Eu sou a favor das apresentações em via públicas, nas praças e parques. Não sou a favor das apresentações nos semáforos, pois podem causar perigo tanto para quem está se apresentando quanto para quem está no trânsito”, pondera o vereador.

O referido projeto de lei, que ficou conhecido na imprensa como “Projeto dos Flanelinhas”, vem sendo adiado pela Câmara de Vereadores de Itu desde que foi apresentado, no primeiro semestre. Na última semana, o prefeito pediu a retirada do mesmo, mas ele deve retornar em breve.

Galvão acredita que o projeto deva ser reformulado, impedindo as apresentações que apenas configurem perigo aos próprios artistas e aos transeuntes. O vereador seguirá acompanhando os desdobramentos desse projeto.

Medalha Pastor Daniel Berg é entregue à entidade “Portas Abertas”

Idealizada pelo vereador José Galvão, homenagem congratula entidades evangélicas de Itu

Na noite da última segunda-feira, 22 de outubro, foi outorgado pela Câmara Municipal de Itu o Diploma e Medalha Pastor Daniel Berg à entidade missionária “Portas Abertas”, que foi representada por seu secretário-geral no Brasil, Marco Cruz.  Vereadores e demais autoridades municipais e religiosas participaram do evento.

A solenidade foi presidida pelo vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM), autor do projeto de Lei que criou a homenagem em 2017, e contou com apresentação do coral da Igreja Assembleia de Deus Ministério do Belém e do coral e orquestra da Igreja Assembleia de Deus Fonte de Esperança.

A Medalha e Diploma Pastor Daniel Berg tem como objetivo congratular representantes de igrejas evangélicas pela relevância de seus serviços na área eclesiástica, assistencial e educacional e leva o nome do missionário criador do movimento que, mais tarde, tornou-se a Igreja Assembleia de Deus, maior igreja evangélica do Brasil.

Sobre a entidade homenageada

A “Missão Portas Abertas” trabalha há mais de 60 anos com a distribuição de Bíblias Sagradas e material religioso, ajuda socioeconômica e apoio ao cristão que se encontra em situação de risco e perseguição.

Segundo a própria organização, cerca de 215 milhões de cristãos são perseguidos, com diferentes graus de violência e pressão, ao redor do mundo. Anualmente, a “Portas Abertas” divulga a lista dos 50 países nos quais cristãos enfrentam mais dificuldades para exercerem sua crença.

Vereador José Galvão anuncia rompimento com o governo

Decisão do parlamentar foi tomada após ouvir demanda de seus eleitores insatisfeitos com rumos da administração

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) anunciou na noite de quarta-feira, dia 31 de dezembro, em coletiva de imprensa na Câmara Municipal, seu rompimento com o atual governo municipal. Segundo o parlamentar, a decisão foi tomada para entender os anseios de seus eleitores e por conta dos rumos tomados pela administração.

Galvão elencou uma série de atitudes da Prefeitura que considera equivocadas, principalmente nas áreas da saúde e empregabilidade. Segundo o vereador, o prefeito ainda tomou medidas arbitrárias, como o “Projeto das Fachadas”, que será votado em novembro e ele já antecipou que será contrário.

“Esse projeto até é positivo, mas a forma como feito, como foi conduzido pelo Executivo municipal fez com que esse projeto ficasse viciado”, declarou aos jornalistas presentes e em suas redes sociais, através de uma transmissão ao vivo. “É um projeto que falta legitimidade, é um projeto autoritário”, apontou.

O vereador disse ainda que não será oposição do “quanto pior, melhor” e disse que votará os projetos que forem importantes para a cidade. “Desejo sorte ao Executivo. Não farei aqui na Câmara uma oposição do ‘quanto pior, melhor’ jamais, porque eu amo a minha cidade. Eu sou ituano, eu quero o bem da minha cidade”, disse Galvão.