Terceiro Setor

ONG João de Barro arrecada meias velhas para fazer cobertores para quem precisa

Projeto em parceria com a empresa Puket transforma meias velhas em cobertores

 

Talvez, você pense que um único par de meias não faz muita diferença para quem precisa se proteger das baixas temperaturas que este ano promete. Mas, se juntarmos milhares de pares de meias e transformá-las em cobertores, a gente começa a pensar diferente.

Há seis anos, a empresa Puket criou o projeto Meias do Bem. A iniciativa já arrecadou mais de 1 milhão de pares de meias e impactou mais de 300 mil pessoas, moradores de abrigos e em situação de rua. Agora o projeto está sendo implantando na cidade de Itu através da ONG João de Barro.

“O objetivo da nossa participação é saber que podemos usar algo que seria jogado fora para ajudar alguém, assim como contribuir com o meio ambiente. Estamos muito felizes, pois temos o objetivo de ajudar moradores de rua com o projeto Meias do Bem, e esta campanha contribuirá para enriquecer essa ajuda”, conta o fundador da ONG, José Galvão.

Para doar, basta ir até a ONG João de Barro na Rua Convenção, 144 Centro de Itu e depositar suas meias em uma urna na recepção da entidade. E se você tiver apenas um pé, ou, ainda, se a meia estiver furada ou rasgada, não tem problema! A doação terá a mesma serventia que um par de meias em bom estado. O Meias do Bem só não recebe meias sociais e meias-calças, já que são elaboradas com um tecido que não pode ser reaproveitado nos cobertores.

São várias etapas para este processo, uma transportadora contratada percorre todos os pontos de venda no Brasil inteiro para reunir as doações. As meias, em seguida, são higienizadas, trituradas e passam por todo o processo necessário até se transformarem em cobertores. Para fazer um cobertor de casal, por exemplo, são necessários 40 pares de meias.

A ONG João de Barro possui hoje diversos projetos ambientais e sociais, como: Coleta de Óleo de Cozinha usado, Troca de Lacres por Cadeira de Rodas, Coleta de Latinhas para confecção de ferramentas, Coleta de pilhas e baterias para o descarte correto, Projeto de Corte de Cabelo em regiões de vulnerabilidade social, entre outros. “Agora estamos com mais essa iniciativa, que deveria servir de exemplo para outras empresas na região, iniciativas como esta tornam o negócio mais sustentável e provam seu comprometimento social e ambiental com a sociedade”, explica a presidente da ONG, Diana Galvão.

 

 

 

Pontos de Coleta:

 

Loja Love Brands Itu

  1. Floriano Peixoto, 621 – Centro, Itu

Segunda à Sexta das 9h às 18h

Sábado das 8h às 14h

 

ONG João de Barro Itu

Rua Convenção, 144 Centro de Itu

Segunda à Quinta das 8h às 22h

Sexta das 8h às 18h

Galvão participa do Fórum do 3º Setor

A abertura da 7ª edição do Fórum Permanente do 3º Setor, realizada na tarde da última quarta-feira, 27 de novembro, contou com a presença do presidente da Câmara, Givanildo Soares da Silva (Giva), do vice-prefeito Dr. Caio Gaiane, dos vereadores Rodrigo Macruz, Dito Roque e Dr. José Galvão, da diretora-presidente do Instituto do Legislativo Ituano, a jornalista Regina Lonardi, do secretário de Promoção e Desenvolvimento Social César Calixto, do secretário de Educação Walmir Scaravelli e da ex-vice-prefeita Maria do Carmo Carneiro.

Durante a cerimônia foi transmitido um vídeo da Secretária Estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, gravado especialmente para o evento.

O secretário de Promoção e Desenvolvimento Social César Calixto foi o primeiro palestrante da tarde e falou sobre “Articulação do Poder Público com o Terceiro Setor”, ressaltando o empenho de sua pasta em contribuir com o importante trabalho desenvolvido pelas instituições sociais da cidade.

Em seguida, o mobilizador da Fundação SOS Mata Atlântica, Lucas Oliveira, abordou o tema “Comunicação e Mobilização de Recursos no Terceiro Setor”. Já o advogado Dr. Francisco Antônio Miranda Rodriguez falou sobre os “Aspectos Jurídicos das Parcerias entre o Município e o Terceiro Setor”.

A última palestra da tarde ficou por conta do professor e Coordenador-geral de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão do CEUNSP, Edson Cortez, que trouxe o tema “A universidade como parceiro do Terceiro Setor: caminhos e possibilidades”.

“Pela avaliação dos participantes do primeiro dia, todas as palestras foram muito úteis para as entidades, com esclarecimentos e dicas para melhorar a atuação e o fortalecimento das OSCs”, destacou a diretora-presidente do ILI, Regina Lonardi.

“Instituído pela Lei Municipal Nº 1312/2011, o Fórum Permanente do 3º Setor é realizado pela Câmara de Itu através do Instituto do Legislativo Ituano (ILI), em parceria com a Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social.

Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza começa no próximo dia 10

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (Gripe) será realizada
no período de 10 de abril a 31 de maio (com exceção dos dias 18 e 19 de
abril, e 1º de maio), e também em 4 de maio (Dia D – mobilização nacional). A
vacinação ocorrerá em todas as 16 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), das
7h às 17h, para os grupos prioritários indicados pelo Ministério da Saúde. No
Dia D, também para os grupos prioritários, a vacinação será das 8h às 17h,
em todas as UBSs.
Crianças de seis meses a menores de seis anos (cinco anos, 11 meses e 29
dias) e gestantes serão vacinadas no período de 10 a 17 de abril. Também
haverá atualização da Carteira de Vacinação.
Os grupos citados, pessoas com 60 anos ou mais, puérperas (até 45 dias após
o parto, mediante comprovação de gestação – Certidão de Nascimento,
Cartão da Gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre
outros), trabalhadores da saúde das redes pública e privada, professores das
redes pública e privada, pessoas portadoras de doenças crônicas (mediante
prescrição médica) poderão ser vacinados de 22 de abril a 31 de maio. No
Dia D, de mobilização nacional, todos os beneficiados pela campanha
nacional poderão se imunizar.
A Secretaria Municipal de Saúde ressalta a importância de apresentar, no ato
da vacinação, a Carteira de Vacinação para que a mesma seja atualizada,
caso necessário. Segundo o governo do Estado de São Paulo, a meta é
vacinar 90% de cada grupo prioritário, com o objetivo de reduzir as
complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo
vírus da influenza na população alvo para a vacinação.
Os sinais e sintomas da doença são variáveis, desde a infecção sem sintomas
até formas graves. A manifestação mais comum da síndrome gripal se
caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, cefaleia, dores musculares
(mialgia), tosse, dor de garganta e fadiga. Nos casos mais graves, geralmente,
existe dificuldade respiratória e há necessidade de hospitalização.

ONG João de Barro recebe ação solidária do “Outubro Rosa”

Entidade arrecada mais de 50 cabelos em campanha

No dia 22 de outubro, das 14h às 20h, a ONG João de Barro – organização não governamental fundada pelo vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) – realizou uma ação de corte de cabelo gratuito em parceria com a ONG Anjos das Perucas. O cabelo cortado foi usado para a confecção de perucas aos pacientes que passam pelo tratamento contra o câncer.

A ação é alusiva à campanha “Outubro Rosa”, que visa conscientizar as pessoas sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama – que, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) é tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano.

Segundo a cabeleireira Telma Weissmann, idealizadora da ONG Anjos das Perucas, para realizar a doação é preciso que o cabelo tenha de 10 a 15 centímetros, independente de ter tintura ou qualquer outro produto químico. “A gente fez essa parceria porque eles têm o salão de cabeleireiro e fazem de forma gratuita, então a gente tem que unir forças”, destaca Telma.

Criada por José Galvão, ONG João de Barro é referência em Itu

José Galvão prestigia Formatura da ONG João de Barro

No dia 20 de junho o vereador e fundador da ONG João de Barro José Galvão participou da formatura dos alunos de Informática, Cabeleireiro, Manicure e Pedicure, Designer de Sobrancelhas, Maquiagem, Inglês, Japonês, Garçom, Mecânica Industrial e Elétrica residencial, no total foram 130 alunos. O evento aconteceu às 19h30 na Assatemec (Associação Amigos do Teatro e Escola de Música Eleazar de Carvalho).
A solenidade foi marcada pelos depoimentos de cada representante de classe, os alunos Anselmo Saraiva Grangeiro do curso de elétrica residencial, João Gabriel Clementino do curso de Inglês, Amanda Aparecida Mendes do Prado do curso de manicure e pedicure, Jhonatan Matheus do curso de Japonês, Beatriz Nunes do curso de maquiagem, e Lorena Dias Santos do curso disseram aos presente o quanto a Ong João de Barro acrescentou na vida deles, desde o aprendizado em sala até a importância de preservar o meio ambiente através dos projetos de coleta de óleo usado, descarte de pilhas e baterias, latinhas e lixo eletrônico.
A presidente aproveitou o momento para agradecer os colaboradores em especial os professores pelo excelente trabalho desenvolvido visando a capacitação e sensibilização ambiental.

ONG João de Barro realiza jantar em comemoração aos 10 anos

A Ong João de Barro está completando 10 anos de ações que transformam vidas de crianças e adolescentes em Itu. Para celebrar as diversas conquistas que influenciaram de forma positiva a vida desses jovens, foi realizado um jantar em comemoração aos 10 anos com a banda Eros, neste sábado (19) no hotel Itu Plaza.

O evento contou com a presença de mais de quatrocentas pessoas entre amigos, colaboradores, autoridades e empresários.

A entidade aproveitou a oportunidade para homenagear quinze colaboradores que desde o inicio ajudam a instituição.

A João de Barro tem a missão de promover a sensibilização ambiental e cultural na vida das crianças e adolescentes, e o projeto que tem a sede na Vila Nova, já atingiu mais de 8 mil pessoas entre crianças, adolescentes e adultos, contando com mais de vinte tipos de oficinas, como contadora de história, reforço escolar, aulas de inglês, japonês, libras, técnicas de RH, informática, violão, dança, taekwondo, King box, garçom, manicure, cabeleireiro, manutenção e sistemas de alarme, elétrica residencial, dentre outros. A atual presidente da associação é Diana Vieira Galvão esposa do fundador da entidade.

José Galvão prestigia Projeto “Retalhos de Carinho” em Itu

No dia 2 de maio o Vereador José Galvão esteve ao lado da dona Cleide e José Maria, um casal que mantém o Instituto Formando Gente. Além de manter o Instituto atendendo crianças gratuitamente, dona Cleide tem um projeto “Retalhos de Carinho”, onde diariamente reúnem voluntárias para confeccionar roupas de bebês com retalhos doados. As roupas são doadas as mães carentes de Itu.
Para ajudar o projeto é simples, basta doar roupas de frio que não servem mais para você que a equipe da dona Cleide transforma em roupas para bebê. A ong João de Barro está de portas abertas para receber as doações e encaminhar ao projeto “Retalhos de Carinho”.

José Galvão entrega Bíblia em Braile para alunos da Escola de Cegos Santa Luzia

No dia 12 de abril o Vereador José Galvão entregou uma doação da Bíblia em Braile da Sociedade Bíblica do Brasil, para os alunos da Escola de Cegos Santa Luzia. Foram doadas as duas traduções Nova Tradução na Linguagem de Hoje e com os livros canônicos da igreja católica.

ONG João De Barro é certificada com o Selo Social

Empresas e organizações certificadas pelo Selo Social foram homenageadas no auditório da Prefeitura de Itu, na noite da última terça-feira (06). Ao longo de um ano, os certificados participaram de vários encontros de capacitação e receberam assessoria individualizada para executarem projetos em prol do desenvolvimento local.

No total, 22 Organizações Sociais da cidade de Itu receberam a certificação do Selo Social pelo comprometimento de suas atividades durante o primeiro ciclo do programa, realizado em 2017.

A ONG João De Barro foi certificada com o Selo Social, do instituto Abaçaí com 14 impactos sociais, através de 6 projetos realizados na entidade, sendo mais de 1000 mil pessoas beneficiadas neste primeiro ciclo.

“Eu acreditei nesse projeto, mesmo diante de tantas dificuldades, enfrentei, corri atrás, contei com ajuda de muitos amigos, empresários e confesso que valeu a pena. Nunca imaginei que faria tanta diferença na vida das pessoas”,  declara o fundador da ONG José Galvão.