Galvão defende retorno dos cultos presenciais nas igrejas, com as restrições

Galvão defende retorno dos cultos presenciais nas igrejas, com as restrições

O vereador José Galvão (DEM), apresentou uma indicação, endereçado ao prefeito de Itu, em que solicita que as igrejas tenham o direto de voltar a fazer cultos religiosos presenciais com 30% da capacidade. No documento, o vereador deixa claro que a reabertura, nesses tempos de pandemia de Covid-19, deve ocorrer com toda responsabilidade e segurança, respeitando as determinações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde.

“Assumimos o compromisso de adotar todas as providências para evitar aglomerações, permitindo o ocupação de apenas 30% dos assentos, obedecer ao distanciamento, inclusive, as pessoas devem permanecer 1 metro de distância umas das outras no interior das igrejas, bem como, cada igreja deve adotar todas as medidas relacionadas a higienização já na entrada, permitindo o ingresso de pessoas somente se devidamente usando máscara e acesso à álcool em gel”, justifica Galvão.

O vereador considera a realização de cultos presenciais de fundamental importância nesses momentos porque, segundo ele, muitas pessoas sofrem a síndrome do pânico ou de depressão e necessitam buscar justamente esse conforto espiritual. Tendo em vista que a igreja é um local de aconselhamento pastoral, um refúgio na hora da aflição, um local de alívio das tensões ao ouvir a pregação da palavra de Deus. E acima de tudo, é na igreja que recebemos alegria, paz de espírito e conforto social, tendo portando uma relevância importantíssima, tanto na esfera espiritual, psicológica e social.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *