Galvão é contra projeto que transfere responsabilidade da Prefeitura para o cidadão

Galvão é contra projeto que transfere responsabilidade da Prefeitura para o cidadão

Propositura apresentada pelo presidente da Câmara “cria dois tipos de
cidadão”, disse o vereador
O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) votou contra e criticou
um projeto de autoria do presidente da Câmara Municipal, o vereador
Givanildo Soares da Silva, que, em linhas gerais, transfere a
responsabilidade da poda e remoção de árvores que causem transtornos
da Prefeitura para o cidadão.
Galvão foi um dos três parlamentares contrários, juntamente com Wilson
da Farmácia e Maria do Carmo Piunti. De acordo com a proposta, o
munícipe ituano poderá contratar empresa especializada para retirada de
árvores que a Prefeitura não dá conta, onerando seu orçamento pessoal.
“Não podemos aprovar projetos nessa Casa de Leis que passem a
responsabilidade que é da Prefeitura para os munícipes”, disse o vereador
durante a discussão do projeto. Porém, mesmo com os apontamentos da
oposição, a proposta foi aprovada e vai para segunda discussão.
Galvão ainda apontou a diferença social que o projeto causará. “Eu chego
à conclusão que nós vamos criar com esse projeto dois tipos de cidadão
de Itu: aqueles que podem pagar vão lá, porque têm dinheiro e pagam; e
os que não têm, que também pagam imposto assim como aqueles que
têm dinheiro, têm que ficar esperando seis meses, um ano, o tempo que
for porque não tem condições”.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *