José Galvão debate ideias e presta contas no projeto “Café com vereador”

José Galvão debate ideias e presta contas no projeto “Café com vereador”

Através de uma iniciativa do Instituto Legislativo Ituano (ILI), foi realizado o primeiro “Café com vereador”, projeto que tem por objetivo fazer com que os vereadores estejam ainda mais próximos da comunidade.

Eleito para a presidência da Câmara para o ano de 2017, doutor José Galvão Moreira Filho foi o convidado para abrir a temporada de encontros, na tarde deste dia 8 de março. Na ocasião, ele prestou contas dos primeiros dias desta legislatura e debateu ideias com os presentes.

Prestação de contas

José Galvão começou agradecendo o convite feito pela nova presidente do ILI – Charlene Sousa, para que ele tivesse a oportunidade de prestar contas de sua atuação como vereador e presidente da Câmara.

Ele explanou sobre as primeiras ações realizadas pelos vereadores. “Desde que assumi a presidência, sempre esteve na minha concepção realizar um mandato com transparência, em que a população tivesse acesso e pudesse acompanhar de perto a ação dos vereadores”, comentou.

Esse pensamento foi o mesmo dos demais edis, que de forma unânime aprovaram um pedido antigo da população, que era de transferir as sessões de Câmara para o período noturno, pois antes aconteciam às 14:00, horário em que a grande maioria trabalha e não tinha condições de acompanhar os trabalhos da Casa de Leis.

A mudança já apresentou resultados e as sessões passaram a contar com o plenário lotado. “Também vamos mudar o horário das audiências públicas, para que as pessoas também tenham maior possibilidade de acompanhá-las”.

A criação da CIS (Companhia Ituana de Saneamento) foi outro ponto citado, pois retomou para o Poder Público Municipal o sistema de abastecimento de água, tirando das mãos de uma empresa terceirizada. “Todos os vereadores apoiaram esse projeto, que foi sem dúvida o mais importante até agora, pois resgata a autonomia da cidade em cuidar de seu sistema de saneamento”, ressaltou Galvão.

Mas a principal ação promovida pelos atuais vereadores, segundo Galvão, foi terem concordado em reduzir os gastos do legislativo. Dos 19 milhões previstos para serem gastos com a Câmara, os vereadores abriram mão de 8 milhões e 300 mil reais. O mais importante é que, de forma inédita, os vereadores abriram mão de forma antecipada, ou seja, o Executivo não vai precisar esperar até o final do ano para resgatar uma possível “sobra”, podendo investir desde já em outras áreas, como saúde e educação.

Galvão esclareceu ainda que, seguindo essa filosofia da transparência, a Câmara passou a adotar também neste ano a publicação antecipada da Ordem do Dia. Ou seja, três dias antes das sessões, o cidadão tem acesso, através do site da Câmara, de toda a pauta seguinte que irá a plenário. “Apenas temos como exceção o Expediente completo, que vai ao site às 15:00 de segunda-feira, uma vez que esse é o horário limite para que os vereadores protocolem requerimentos e indicações para a sessão do dia”, explicou.

Ouvindo a comunidade

As pessoas que estiveram presentes puderam sabatinar o vereador José Galvão, que por sua vez esclareceu dúvidas e também ouviu diversas ideias interessantes.

Vários foram os temas abordados, como transporte público, acessibilidade, fiscalização por parte do departamento de trânsito, etc.

No âmbito do turismo, foi enfatizado por um dos presentes a importância de se impulsionar o turismo. Uma das ideias apresentadas nesse sentido foi a de realizar palestras preparatórias para diversos segmentos, como prestadores de serviços e comerciantes.

Na questão do emprego, discutiu-se a luta para que novas empresas venham para a cidade, estudando a possibilidade de novos incentivos fiscais para atrair essas empresas.

José Galvão finalizou o bate papo falando de seu projeto “Vereadores Mirins”, que terá o ILI como parceiro na realização. A cada seis meses, três escolas participarão de atividades lúdicas com seus coordenadores, na elaboração de projetos que valerão a eleição de alunos ao cargo de vereadores mirins.

O objetivo é ajudar a resgatar a cidadania. “Vamos fazer esses jovens participarem da vida política do município. Temos que dar abertura a novas ideias e incentivar as futuras gerações a exercerem seus direitos, bem como cumprir com seus deveres, o que vai promover o desenvolvimento de nossa sociedade como um todo”, finalizou José Galvão.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *