José Galvão é entrevistado pelo Jornal Periscópio

José Galvão é entrevistado pelo Jornal Periscópio

1)O senhor foi vereador em outras oportunidades e, depois de um tempo sem ter sido eleito, voltou com um bom número de votos e como presidente da Câmara. Como foi esse “retorno” à política

Resposta: O retorno foi de muita alegria e satisfação, tenho a política como uma ferramenta de transformação, sempre pautei minha trajetória em defesa dos direito e deveres, sou advogado e professor e com muita satisfação vereador. Não dependo da política, mas faço dela a arte de transformar o meio onde eu vivo.

Apesar da crise política eu não abro mão de mostrar que é possível fazer uma política diferente, com transparência, ética e seriedade.

Mesmo não sendo vereador eu nunca deixe de fazer política, eu falo para o meu filho menor que “A política é a arte de transformar, desde um projeto escolar até mesmo um projeto social”, precisamos entender que a partir do momento que eu tenho uma ideia, compartilho e faço isso se transformar em algo que irá beneficiar o meio onde vivemos, eu estou fazendo política.

Eu me sinto muito honrado em carregar a responsabilidade de há mais de doze anos ter mais de mil pessoas acreditando no meu projeto político. São mais de 4 quatro eleições que eu fico fora só por conta do quociente eleitoral e não por falta de votos, isso é a demonstração de confiança e respeito que construímos na vida pública.

2) Quais os pontos que o senhor pode destacar nesse primeiro semestre como presidente do Legislativo Ituano?

Resposta: Ao assumir a presidência do Legislativo fizemos uma análise do orçamento e contratos e vimos que era possível cortar os gastos, com isso, juntamente com os demais vereadores entendemos que era possível administrar com um orçamento menor. Devolvemos aos cofres públicos R$ 8.3000,000 (oito milhões e trezentos mil) do orçamento da Casa para que o executivo pudesse investir em outra área. Mudamos duas vezes o horários das sessões da Câmara com objetivo de proporcionar uma maior participação dos munícipes, implantamos projetos  importantes como o Café com Vereador, Vereador Mirim, Cursos de capacitação para os funcionários da Casa e para os vereadores, aprovamos bons projetos como a criação CIS- Companhia Ituana de Saneamento, a criação da Medalha Pastor Daniel Berg, fomos à Brasília atrás de recursos para o nosso Munícipio, implantamos a linguagem de libras como forma de dar mais acessibilidade a toda população.

3)Com o advento das redes sociais, ficou mais prático para o cidadão cobrar e criticar a classe política. O senhor acredita que isso tenha deixado a tarefa do político mais difícil?

Resposta: Não existe tarefa mais difícil, é só você fazer o trabalho com responsabilidade e transparência. Vejo as redes sociais como uma excelente ferramenta de discussões, sugestões e uma forma de mostrar o trabalho desenvolvido.

4) Como o senhor analisa a situação política de Itu como um todo? Ela ainda carrega vícios do passado ou tem expectativa de melhora?

Resposta: Acredito que o paísestá sendo passado a limpo, e com isso será gerado uma nova classe de políticos, uma classe que fará a diferença com ideologia sem interesses particulares.  A última eleição o povo demonstrou sua força, diferente dos outros anos que ganhava aquele que mais investia no período eleitoral. Venceu o que apresentou uma proposta de mudança, contra a corrupção.

5) Como tem sido gerenciar os protestos e embates entre vereadores durante as sessões?

Resposta: Nós vivemos em uma democracia e no parlamento as diferenças são necessárias, para que possamos discutir os projetos de forma universal, unindo as ideias e fazendo o melhor para o nosso Município.

Quanto aos protestos e manifestações populares, sou a favor. Isso é democracia, somos representantes do povo e precisamos ouvi-los e encaminhar a demanda necessária.

 

6) O prefeito Guilherme Gazzola afirmou que esta é a Câmara mais reformista da história de Itu, já que aprovou projetos complexos e importantes para a administração. Como o senhor, como presidente, recebe esse elogio?

Resposta:  Essa Câmara tem lutado pelos interesses da população e quando nos unimos com esse objetivo fica visível a diferença. E é muito importante a sinergia entre o Legislativo e o Executivo para que as mudanças possam acontecer.

O Legislativo tem defendido a bandeira do povo, com discussões respeitosas e sempre dando condições do executivo realizar ações e diretrizes planejadas para o Munícipio de Itu. Fico contente do reconhecimento do executivo no tocante a participação importante deste poder para o crescimento e desenvolvimento da nossa querida Itu.

7) Com a mudança no regimento interno, agora não é possível um mesmo vereador se manter no cargo de presidente por dois anos seguidos. O senhor pretende voltar a se candidatar outro ano ou pensa em até mesmo alterar o regimento para voltar com a legislação anterior?

Resposta: Rsrsrs… Que pergunta! Mas vai ter uma resposta…rsrsrs. Cheguei pedindo a direção de Deus, e pautei junto a minha família fazer uma gestão diferenciada, sem privilégios, reduzindo gastos, e administrando com seriedade. Deu certo, mas estou aqui de passagem, durável é somente meu nome e faço questão de honra-lo, isso para a minha vida espiritual faz muita diferença. Temos ainda mais seis meses de muito trabalho a frente do Legislativo Ituano. Estou feliz de humildemente representar bem e com galhardia este poder e os meus colegasvereadores. Vamos em frente, quanto a reeleição estaremos discutindo esse assunto com os demais.

8) Por último, o que a população ituana pode esperar do Legislativo nos próximos anos do mandato?

Resposta:  Os 13 vereadores estão à disposição da população, e juntos queremos continuar resgatando o respeito e a confiança da população ituana. Focado na transparência, queremos sempre poder ouvir a população, inclusive no café com o vereador que é realizado mensalmente. Daremos continuidade na apresentação de projetos voltados a inclusão social, questão ambiental, social, mobilidade urbana, a todos projetos importantes para nossa Itu, estaremos realizando a segunda edição dovereador mirim, realizaremos o fórum do terceiro setor, dentre outras ações de uma forma geral estaremos exercendo o nosso poder de fiscalizar.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *