No “Café com Vereador”, José Galvão reforça compromisso com a saúde pública de Itu

No “Café com Vereador”, José Galvão reforça compromisso com a saúde pública de Itu

Parlamentar recebeu bom público na última edição do projeto em 2018

O “Café com Vereador” recebeu na tarde de segunda-feira, dia 10 de dezembro, a presença do vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM), autor do projeto desenvolvido pelo ILI (Instituto do Legislativo Ituano) que recebe parlamentares ituanos para um bate-papo e prestação de contas do mandato com a população ituano.

Com um bom e seleto público, incluindo advogados, representantes de entidades da sociedade civil ituana e membro da Polícia Militar, o encontro serviu para Galvão mostrar o que vem fazendo pela população. Apontou os projetos, requerimentos e indicações apresentados e as ações que desenvolve em parceria com entidades religiosas.

Destaque para os quase 700 atendimentos que o vereador realizou com munícipes ao longo de 2018, efetuados sempre às terças e sextas pela manhã (das 8h às 12h30). Aproveitando a proximidade do Natal e do fim do ano, Galvão também fez um agradecimento a Deus pelas conquistas.

“Eu fico muito alegre de ver a participação de um grande público. Isso demonstra que as pessoas têm nos acompanhado pelas redes sociais. Nos termos do nosso mandato, tudo a gente leva com muita seriedade, com muita transparência para com os eleitores, e isso tem nos dado esse retorno”, apontou Galvão sobre mais um encontro de sucesso.

Durante a abertura das perguntas da população, uma conselheira tutelas relatou o caso de um bebê de apenas um ano que morreu aguardando uma vaga do sistema CROSS em um hospital. Diante disso, Galvão reforçou sua principal bandeira para 2019: a saúde pública.

“Temos muitas áreas para trabalhar, como a questão da água e do emprego, mas a saúde pública é uma situação que nos preocupa, que nos aflige bastante. Eu, a Maria do Carmo e outros vereadores queremos ter uma atuação em 2019 mais efetiva nessa área”, afirmou. “Nós temos que achar soluções. Não é criticar, não é ficar xingando; é buscar soluções”.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *