Vereador José Galvão é contra projeto que aumenta imposto de contadores

Vereador José Galvão é contra projeto que aumenta imposto de contadores

Parlamentar rejeitou PLC que altera o Código Tributário Municipal, mas foi
voto vencido

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) votou contra o Projeto de
Lei Complementar Nº 3/2019, de autoria do Executivo municipal, que
altera dispositivos do Código Tributário Municipal. Segundo o
parlamentar, o PLC aumenta impostos para os contadores ituanos.
Somente ele e os vereadores Wilson Benedito Leonardi (Wilson da
Farmácia) e Maria do Carmo Piunti foram contrários.
“É a primeira vez que eu vejo aqui na Casa de Leis um projeto que
aumenta imposto, aumenta alíquota de uma classe batalhadora como os
contadores e que todo mundo está concordando, está aplaudindo”, disse
o vereador durante 2ª discussão do projeto no Plenário Luiz Guido.
Galvão destacou os altos impostos do país. “Poucos países tem a carga
tributária que o Brasil tem”, comentou. O vereador também disse que
conversou com alguns contadores, que não se mostraram favoráveis com
a alteração nos tributos – de acordo com o PLC, a alíquota para os
escritórios de contabilidade passa para 2%.
‘Incoerência’
Galvão também criticou a ‘incoerência’ do Executivo municipal, uma vez
que na mesma sessão a Câmara aprovou por unanimidade o projeto
“Desenvolve Itu” – que concede incentivos e isenções para empresas que
se estabeleçam no município – e, logo em seguida, vota-se um projeto que
aumenta impostos de um setor que emprega muitas pessoas em Itu.
O vereador destacou que os contadores são os ‘captadores de empresas’
para a cidade. “Muitas empresas que querem se instalar na nossa região
passam pelos escritórios de contabilidade para pedir uma certidão de
viabilidade, para tirar algum uma orientação”, explicou Galvão, cobrando
uma maior aproximação do Poder Público com a classe.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *