Vereador José Galvão vota conta projeto do filé à parmegiana

Vereador José Galvão vota conta projeto do filé à parmegiana

Segundo parlamentar, faltou participação popular e agora não é o
momento de se aprovar um projeto desse

Na sessão desta semana, foi votado o polêmico projeto de lei de autoria
do vereador e presidente da Câmara de Itu, Givanildo Soares (PROS), que
torna o filé à parmegiana patrimônio cultural imaterial da cidade. O
vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM), juntamente com a
vereadora Maria do Carmo Thomaz Piunti (PSC), votou contra.
Segundo Galvão, a parmegiana não é um prato popular, pois custa em
média R$ 110, e não é típico da cidade, já que tem origem italiana. O
vereador reconheceu a fama do prato e compreendeu o projeto, porém,
em consulta ao seu grupo político, declarou voto contrário. “É importante
consultar as pessoas que participam do meu mandato”, disse.
E a falta de participação popular foi determinante para a decisão de
Galvão. “O projeto é bom, mas poderia ter sido discutido mais com a
comunidade, com o Conselho da Cultura, feito um debate. Trazer a
população para participar”, declarou. “Nós estamos perdendo esse
contato com a população”.
Galvão também comentou sobre momento que a cidade passa, com
diversos problemas na área da saúde e déficit na geração de empregos. “É
a mensagem que a gente passa aos eleitores. Não é porque deu
repercussão no Facebook, mas é a postura dessa Casa neste momento.
Não é ser pessimista, não é ser negativo, mas é ser realista. E quem tenta
omitir isso, foge da realidade. Nós temos dificuldades no município”.
Durante sua fala, Galvão foi interrompido pelo presidente da Câmara,
sendo ameaçado de ter a palavra cassada por “fugir do projeto”. O
vereador então respondeu, dizendo que Giva tem conduzido os trabalhos
com “dois pesos e duas medidas” com a oposição. “Ninguém é mais do
que ninguém. E ninguém vai cercear as prerrogativas que são
constitucionais e cada vereador tem”.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *