Vereador José Galvão vota contra “Projeto das Fachadas”

Vereador José Galvão vota contra “Projeto das Fachadas”

Segundo o parlamentar, proposta de autoria da Prefeitura é “autoritária” e “desfavorece” os comerciantes e moradores

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) foi um dos cinco vereadores contrários ao projeto de lei nº 68/2018 – “Projeto das Fachadas”, que altera as normas de colocação de propaganda na zona histórica da cidade. Para ele, a proposta é “autoritária” e prejudica os ituanos. Além disso, o Decreto que originou o projeto foi julgado inconstitucional pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

“Esse projeto é um projeto extremamente autoritário do executivo municipal em desfavor aos comerciantes e aos munícipes”, disse Galvão durante a discussão do projeto na sessão do último dia 6 de novembro. O vereador chegou a sugerir que o PL fosse retirado, mas não foi atendido.

“As forças políticas da cidade têm que entender, sim, que seja eles quem forem, um carrinho de cachorro-quente, um vendedor de balas, um empresário que vende carros ou qualquer um que seja, todos têm que ser respeitados nessa cidade”, prosseguiu o vereador.

“Fui contra essa imposição, porque diante de uma crise econômica, e a falta de emprego que o povo vem sofrendo desde 2014, é inviável a população ter que pintar suas fachadas com cores determinadas pelo governo”, se posicionou o parlamentar em suas redes sociais, onde também informou sobre a perseguição que sofreu um dia após anunciar seu rompimento com o atual governo.

A ONG João de Barro, criada por Galvão e que faz um grande trabalho assistencial e solidário na cidade, oferecendo cursos gratuitos para capacitação profissional, foi autuada para que se adéque ao “Projeto das Fachadas”. A proposta será votada em segunda discussão na próxima terça-feira, dia 13 de novembro.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *