Vereador José Galvão vota contra projeto que aumenta secretarias

Vereador José Galvão vota contra projeto que aumenta secretarias

Parlamentar criticou pressa para aprovação da reforma administrativa, que tinha mais de 350 páginas

O vereador Dr. José Galvão Moreira Filho (DEM) foi um dos parlamentares que votaram contra o projeto de lei nº 121/2018, que dispõe sobre a estrutura organizacional da prefeitura de Itu e ficou conhecido como “Reforma Administrativa”. Voto vencido, o vereador justificou que o projeto teve pouco tempo para ser estudado.

Para Galvão, o projeto de 357 páginas foi votado no “afogadilho” e não justificava tamanha urgência. “O Executivo merece realmente ser parabenizado por este vereador, porque mais uma vez deixa claro que a marca desse governo é a falta de comunicação com todos os setores”, disse ele, que solicitou o adiamento da proposta – o que não ocorreu.

O parlamentar destacou a importância do projeto, mas criticou a forma que foi colocado, desmerecendo o Poder Legislativo. Entre as medidas da propositura está, entre outras, a mudança de nome secretarias, a criação do cargo de secretário adjunto e de duas novas secretarias: a de Comunicação e a de Emprego.

Galvão criticou a criação de mais pastas. “Não acredito que inchando a prefeitura nós vamos ter uma melhoria”, apontou, comparando com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que diminuiu ministérios. Ele destacou que, sim, o projeto diminui cargos comissionados, porém aumenta a remuneração de alguns – não sendo justo com outras categorias.

O vereador também fez críticas ao fato de o projeto incluir reformas de carreira na Guarda Civil, promotoria e saúde. “O funcionalismo público municipal não pode, ontem, hoje e sempre, ser massa de manobra. Todas as vezes quem perde é o funcionalismo público concursado”, afirmou de maneira enérgica. O projeto acabou aprovado por 7 votos a 4.

Deixe uma reposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *